Terça, 20 de Fevereiro de 2018

PETROBRAS

Reservas provadas atingem 15 bilhões

15 JAN 2011Por valor online16h:29

As reservas provadas da Petrobras subiram 7,5% no ano passado e atingiram 15,986 bilhões de barris de óleo equivalente (BOE), segundo o critério da Sociedade dos Engenheiros de Petróleo (SPE, na sigla em inglês). Há um ano, a companhia possuía 14,865 bilhões de BOE nos campos brasileiros e internacionais segundo o critério da SPE.

Pelo critério da Securities and Exchange Commission (SEC), a estatal viu suas reservas provadas no Brasil e no exterior crescerem 5%, passando de 12,143 bilhões de BOE para 12,748 bilhões de BOE entre as divulgações de 2010 e 2011.

Pelo critério da SPE, no ano passado foram produzidos o total de 869 milhões de BOE, enquanto o acúmulo de reserva provada atingiu 1,990 bilhão de BOE, o que levou a uma variação de 1,121 bilhão de BOE no volume de reservas provadas.

No total, por esse critério, foram apropriados 2,29 barril de óleo equivalente para cada BOE extraído. Com isso, a relação reserva/produção da estatal passou para 18,4 anos, que seria o tempo que a companhia levaria para esgotar as reservas no atual ritmo de produção caso não fosse acionado nenhum barril às reservas existentes.

“O aumento das reservas Petrobras se deve à incorporação das novas áreas descobertas do pré-sal da Bacia de Santos e de Campos, a novas descobertas nas demais bacias e a projetos implantados nos campos maduros nas bacias do Brasil e do exterior”, diz o fato relevante enviado pela Petrobras ao mercado.

Pelo critério da SEC, a produção em 2010 somou 867 milhões de BOE, enquanto a apropriação de reservas foi de 1,472 bilhão de BOE, resultando em um aumento das reservas de 602 milhões de BOE. Com isso, foram apropriados 1,70 BOE para cada barril de óleo equivalente produzido, aumentando a relação reserva produção para 14,7 anos.

Leia Também