quarta, 18 de julho de 2018

Representantes do PT em MS vão à Brasilia defender embate com André

9 NOV 2009Por 23h:15
     

Karine Cortez

 

O presidente regional do PT de Mato Grosso do Sul, deputado estadual Amarildo Cruz, irá amanhã a Brasília com a missão de convencer a cúpula nacional do partido que a candidatura do ex-governador José Orcírio dos Santos (PT) à sucessão estadual é viável e uma eventual aliança local com o PMDB poderia "matar" o partido, devido às históricas rixas entre as duas legendas. "Vou levar para o encontro pesquisas e documentos que justifiquem nossa candidatura própria. Vou explicar também que desde janeiro estamos decididos a disputar e já unificamos o partido para viabilizarmos a disputa", enfatizou o parlamentar.

        Na semana passada, dirigentes do PMDB deram "ultimato" aos petistas para sanar os problemas em cinco estados, entre eles, Mato Grosso do Sul. Os dois partidos vivem às turras também em Minas Gerais, Rio de Janeiro, Ceará e Pará. O PMDB avisou que precisa do apoio dos petistas aos seus candidatos nesses locais e advertiu que, se as duas siglas não conseguirem fechar acordo em apenas dois Estados, a ala favorável à candidatura do governador José Serra (PSDB) - hoje minoritária - pode atrair descontentes e vencer a convenção do partido, em junho.

Leia Também