domingo, 22 de julho de 2018

Renault suspende mil funcionários por cinco meses

6 JAN 2009Por 19h:00
     

 

 

Metalúrgicos da montadora Renault concordaram ontem (5), em assembléia, com a suspensão por cinco meses de mil trabalhadores da unidade de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, o equivalente a 30% da mão-de-obra da marca francesa.

A medida visa, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, evitar que esses funcionários sejam demitidos em consequência da crise internacional. Pelo acordo, eles não trabalharão neste período, mas receberão bolsa de qualificação profissional paga pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e ajuda compensatória da montadora para atingir o valor integral do salário.

 

O acordo também garante a computação destes cinco meses para o pagamento de férias, 13º salário e FGTS. Apesar disso, o período não será considerado para a aposentadoria, já que não haverá folha de pagamento.

Depois do prazo estipulado, montadora e sindicato voltam a se reunir para discutir se manter as vagas será ou não viável.

 

Com informações do G1

Leia Também