Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PRESIDENTE DO SENADO

Renan paga R$ 27 mil à União por voo da FAB para implante capilar

Renan paga R$ 27 mil à União por voo da FAB para implante capilar
30/12/2013 14:45 - G1


A Presidência do Senado informou nesta segunda-feira (30), por meio de nota à imprensa, que o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), devolveu aos cofres públicos R$ 27.390,25 pelo voo em aeronave da Força Aérea Brasileira entre Brasília e Recife para realizar cirurgia de implante capilar.

A ida a Pernambuco ocorreu no último dia 18 e não constava da agenda oficial de Renan. No registro de voos da FAB, a viagem é justificada por motivo de “serviço”. A assessoria da presidência do Senado havia informado que, caso a FAB considerasse que o uso do jato não respeitou as regras, Renan Calheiros devolveria os valores gastos, conforme cálculo que seria feito pela própria FAB.

Em Recife, o senador passou por procedimento cirúrgico de implante capilar durante aproximadamente 7 horas na última quinta (19) no Hospital Memorial São José, área central da cidade. De acordo com o médico que realizou a cirurgia, foram implantados mais de dez mil fios de cabelos. Renan passava bem após o procedimento.

Veja a nota da Presidência do Senado:
"O presidente do Senado, Renan Calheiros, recolheu aos cofres públicos, nesta segunda-feira (30), a quantia de R$ 27.390,25. O valor se refere ao uso da aeronave em 18 de dezembro entre as cidades de Brasília e Recife e foi calculado pela Força Aérea Brasileira (FAB). O pagamento foi feito via Guia de Recolhimento da União (GRU)."

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...