Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 16 de dezembro de 2018

Desembargador

Rêmolo Letterielo se despede da magistratura

17 MAR 2011Por com informações TJ/MS14h:28

Após 35 anos de magistratura, o desembargador Rêmolo Letterielo se afasta da Justiça. Ele pediu sua aposentadoria e a despedida do cargo aconteceu durante sessão do Órgão Especial desta quarta-feira (16). Letterielo tornou-se juiz após aprovação em concurso público no ano de 1976 em Coxim. No ano de 1979 ele foi promovido por merecimento, para Dourados e pelo mesmo motivo chegou a comarca de Campo Grande em 1983. Em 1987, foi promovido, por merecimento, a desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Letteriello já atuou como Corregedor-Geral de Justiça de Mato Grosso do Sul, foi presidente do Tribunal Regional Eleitoral/MS, presidente do Tribunal de Justiça de MS, Ouvidor Judiciário e presidente do Conselho de Supervisão dos Juizados Especiais.

Sua saída foi motivo de muitas manifestações de apreço. Ele foi homenageado pelo Procurador-Geral de Justiça, Paulo Alberto de Oliveira, e pelo advogado Helvio Pissurno, que falou em nome da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS)

Rêmolo Letteriello foi pioneiro ao criar uma lei estadual que serviu de base para a lei federal, na implantação dos juizados especiais no País.

Durante pronunciamento emocionado, Rêmolo despediu-se do judiciário: “Deixo a atividade na carreira que foi minha segunda paixão – acima dela, só minha família – nela planilhando todos os seus caminhos, encarando desafios e trabalhos, arrostando dificuldades e obstáculos, mas deixando de exercer a judicatura com muita dedicação, vontade, ânimo e responsabilidade”.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também