terça, 17 de julho de 2018

SEM PROBLEMAS

Remarcação do Enem não atrapalha ingresso em universidades públicas de MS

9 NOV 2010Por Bruno Grubertt20h:00

Mesmo que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tenha de ser refeito, seja no fim de novembro ou no próximo mês, a nova data não alterará as seleções de candidatos em nenhuma das universidades de Mato Grosso do Sul, que se utilizam do Sistema de Seleção Unificada (SISU), do Ministério da Educação.

Como as aulas na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) começam somente no fim de fevereiro ou início de março, haverá tempo hábil para que todos os processos sejam feitos corretamente, sem prejuízo aos estudantes que pretendem ingressar nessas universidades.

De acordo com o que disseram as assessorias de comunicação das respectivas universidades, ambas aguardam posicionamento do MEC a respeito das datas, visto que ainda não há nenhuma decisão para cancelar o exame ou reaplicar as provas.

Já na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), que ainda não utiliza o SISU como forma de ingresso em seus cursos, as provas do vestibular estão agendadas para o dia 16 de janeiro de 2001. Portanto, não há possibilidade das datas do Enem e do vestibular da UFGD coincidirem.
A Justiça Federal negou recurso do Ministério da Educação e manteve a decisão de suspender o Enem, inclusive, a divulgação do gabarito que seria feita hoje.

Uma das prováveis datas do novo exame, 4 e 5 de dezembro, pode atrapalhar grandes vestibulares disputados por candidatos de todo o país — no dia 28 de novembro, em São Paulo, ocorre a primeira fase do vestibular da Fuvest e no dia 5 de dezembro, o processo seletivo da PUC-SP.

Leia Também