quinta, 19 de julho de 2018

SALÁRIO

Relator-geral do orçamento de 2011 indicará valor de R$ 540 para o salário mínimo

3 NOV 2010Por ESTADÃO17h:16

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso está reunida neste momento para votar o relatório de receita da Lei Orçamentária de 2011, de autoria do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE). Se o relatório for aprovado, abrirá caminho para a próxima etapa de discussão do Orçamento federal, seguindo para o senador Gim Argello (PTB-DF), relator-geral do tema, que indicará o valor do salário mínimo para o próximo ano.

Argello adiantou à Agência Estado que indicará um valor de R$ 540 para o salário, valor superior aos R$ 538,13 definidos pelo governo na proposta original. Ele deve apresentar o relatório preliminar na próxima semana.

No entanto, o valor indicado pode subir, dependendo das negociações com as centrais sindicais. Argello deve se reunir com as principais lideranças do segmento amanhã, às 10 horas, em seu gabinete no Senado. Depois que o tucano José Serra lançou a promessa de um salário mínimo no valor de R$ 600, os sindicalistas querem adotar esse valor como patamar mínimo para as negociações.

Na primeira entrevista coletiva concedida após a eleição, a presidente eleita Dilma Rousseff sinalizou que não pretende acolher a proposta de salário mínimo de R$ 600. Ela afirmou que prefere manter a fórmula atual, que leva em conta a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores, mais o valor da inflação. Dessa forma, o salário mínimo deve alcançar valores acima de R$ 600 somente em 2012 e mais de R$ 700 a partir de 2014.

Leia Também