Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Rejeição de 295 emendas à LDO gera chiadeira

4 JUL 2008Por 12h:30
     

Lidiane Kober

 

Apesar da atitude ser de praxe nos últimos anos, a rejeição das 295 emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de Campo Grande causou chiadeira e dividiu opiniões na Câmara Municipal.

Revoltada por assistir suas 86 sugestões serem descartadas, com a alegação de falta de recursos, a vereadora Thaís Helena (PT) encaminhou ofício à Comissão de Finanças e Orçamento. Ela quer saber de que forma os recursos do município foram gastos, já que atesta que a maioria dos investimentos foram bancados pela União. "A maior parte das obras previstas no PPA (Plano Pluri Anual) foram concretizadas com verbas federais, resta saber onde estão sendo gastos os recursos municipais", questionou. A pestista foi a única a votar contra o relatório final do projeto, aprovado em última votação hoje.

Já os vereadores da base aliada saíram em defesa do prefeito Nelsinho Trad (PMDB). Eles alegam que não é por falta de vontade que as emendas não são acatadas e atestam que realmente falta dinheiro. "Não é por nada que o prefeito contrai empréstimos e vive em Brasília atrás de recursos", comentou Pastor Sérgio.

Leia Também