segunda, 23 de julho de 2018

Reino Unido pode precisar de ajuda do FMI, diz Soros

28 MAR 2009Por 21h:15
     

Da Redação

George Soros, o investidor que lucrou US$ 1 bilhão na chamada "Black Wednesday", afirmou que o Reino Unido pode precisar de bilhões de libras esterlinas do Fundo Monetário Internacional, de acordo com o jornal inglês The Times. Na "Quarta-feira negra", em setembro de 1992, Soros apostou contra a libra esterlina.

Ele empenhou US$ 10 bilhões de uma só vez na perspectiva de que o governo britânico seria obrigado a desvalorizar a moeda. A magnitude absoluta da especulação levou ao fato consumado, à elevação das taxas de juro e à saída do Reino Unido do Sistema Monetário Europeu (SME).

De acordo com a matéria, os comentários de Soros foram feitos após o governo britânico não conseguir vender a totalidade de gilts - títulos públicos - nesta semana, o que gerou preocupações sobre a capacidade de o país financiar suas dívidas

        Soros alertou ainda que o encontro dos líderes do G-20 na quarta e quinta-feira, em Londres, deve ser um fracasso, em razão das opiniões divergentes e que a reunião é a última oportunidade para se evitar uma depressão que seria ainda mais pior do que a Grande Depressão da década de 30. (Com Agência Estado)

Leia Também