Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Regularização de CPF pode ser feita nos Correios

1 AGO 2008Por 15h:40
     

O supervisor nacional do Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, disse nesta sexta-feira (1º) que o contribuinte que estiver com o CPF suspenso ou pendente, por não ter entregue a declaração de isento em anos anteriores, deve procurar a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e os Correios, para regularizar o documento. A taxa para realizar o serviço é de R$ 5,50.

 

De acordo com o supervisor, cerca de 7 milhões de pessoas, por ano, deixam de entregar o documento de isento e por isso acabam tendo o CPF suspenso. Adir disse que muitas vezes essas pessoas não entregam o documento por falta de informação e, ao precisar usar seu CPF, descobre que o documento está irregular.

 

Com informações da Agência Estado

Leia Também