Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

ETANOL

Regras para abastecimento vão mudar

2 JUN 2011Por DA REDAÇÃO10h:04

O Governo deve estabelecer novas regras e procedimentos para o abastecimento de etanol dentro de 30 dias. A afirmação foi feita ontem pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. A meta é evitar novos aumentos sucessivos dos preços dos combustíveis, como ocorreu nos últimos meses,.

Lobão se reuniu com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e com o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, para discutir ações para impedir o desabastecimento e o aumento de preços dos combustíveis na próxima entressafra de cana-de-açúcar.

“Não desejamos ter surpresas desagradáveis no próximo ano e, para isso, estamos tomando providências com um ano de antecedência”, afirmou Lobão, de acordo com a Agência Brasil. “É a responsabilidade que o Governo tem de manter o País abastecido e sem o sobressalto dos custos elevados, ainda que em período curto de tempo que verificamos este ano”, disse.

Sem ajustes definidos
Lobão ressaltou que reuniões como a que ocorreu ontem, na qual também estavam presentes representantes do setor, vêm ocorrendo com frequência. Contudo, nada ainda foi definido.

“Não temos posição tomada, estamos debatendo o assunto. Acredito que, dentro de 30 dias, teremos um calendário estabelecido, com regras e procedimentos”, disse Lobão.

De acordo com o ministro, o cronograma de ações e a definição de regras são da presidente da República, Dilma Rousseff.

Sem votação
Uma das mudanças que poderiam ajudar a garantir o etanol na próxima safra está parada na Câmara dos Deputados. A MP 532 altera a política de combustíveis do País e muda o status do etanol de produto agrícola para combustível.

Com a mudança, a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás e Bicombustíveis) passa a controlar a comercialização e estoque do produto.

(com informações do Infomoney)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também