Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

'Operação Boas Festas'

Reforço no fim de ano aumenta em 13% o número de prisões no Estado

3 JAN 14 - 18h:00DA REDAÇÃO

A Polícia Civil realizou de 16 de dezembro a 3 de janeiro em todo o Mato Grosso do Sul a “Operação Boas Festas”, com o objetivo de garantir segurança de comerciantes e clientes durante as festas de fim de ano. Durante a ação houve reforço policial em todas as delegacias do Estado.

Ao todo foram realizadas 633 prisões em flagrante – alta de 13% em relação ao ano anterior, 180 delas por embriaguez ao volante. No mesmo período do ano passado foram 560 prisões, sendo que 164 foram de motoristas que beberam e foram flagrados dirigindo.

Foram cumpridos 166 mandados de prisão pela Polícia Civil durante a “Operação Boas Festas”, em todas as cidades do Estado. Houve uma queda de 15 homicídios dolosos em comparação ao mesmo período de 2013, quando foram registradas 55 mortes em todo o Estado. Dos 40 homicídios registrados durante a operação em Mato Grosso do Sul, 6 deles foram cometidos na Capital. “Os números representam uma redução de mais de 100%, já que no ano passado foram 13 mortes em Campo Grande”, explica o assessor de comunicação interino da Polícia Civil, Sérgio Luiz Duarte.

Em Campo Grande, 24 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados durante a ação. Três a mais que o mesmo período do ano passado quando foram presos 21 condutores conduzindo veículos sob efeito de bebidas alcoólicas.

O Delegado-Geral da Polícia Civil, Jorge Razanauskas Neto, explica que “no período em que o comércio estende o horário de funcionamento, ações como a operação “Boas Festas”, propiciam a população tranquilidade e maior segurança”.

Em Campo Grande, a ação contou com uma operação volante, composta por equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) e do Serviço de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), que contaram ainda com apoio das delegacias especializadas e distritais. Foram montadas diversas equipes policiais que realizaram rondas na cidade, checagens de veículos e pessoas, buscas pessoais, além é claro, de intensificar o policiamento nas áreas comerciais e bancárias da cidade.

Os plantões das DEPAC’s Centro e Piratininga e o expediente das Delegacias Distritais e especializadas também ganharam reforço no efetivo durante a “Operação Boas Festas”, com o objetivo de agilizar o atendimento ao público e a realização de perícias em geral, durante as festas de fim de ano.

“Intensificamos a operação principalmente nos pontos mais críticos da Capital e das cidades do interior do Estado, visando principalmente o desarmamento e a repressão a crimes de toda natureza e ao consumo excessivo de álcool, com atenção especial para a venda a menores, garantindo assim um final de ano com paz e segurança a todos”, finaliza o Delegado-Geral.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

"Não tem lado A ou lado B", diz Bolsonaro sobre situação do PSL

Hugo Bonemer vive personagem mais despojado em "A Vida Secreta dos Casais", da HBO
COLUNA INSIDE

Hugo Bonemer vive personagem mais despojado em "A Vida Secreta dos Casais", da HBO

BRASIL

Buscas em endereços de Bivar foram pedidas há 48 dias pela PF e MPE

BRASIL

Centrão quer lei contra deputado infiel

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião