IBGE

Refeição fora de casa fica 8,23% mais cara

Refeição fora de casa fica 8,23% mais cara
22/07/2012 13:43 - INFOMONEY


A refeição fora de casa ficou 8,23% mais cara nos últimos 12 meses terminados em julho, de acordo com a prévia do IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), divulgada nesta sexta-feira (20) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De modo geral, a alimentação fora do domicílio aumentou 8,78% no período. Além da refeição principal, foram registradas altas intensas na cerveja, de 10,87%, e nos lanches (9,72%). Já a menor alta, de 6,41%, foi encontrada na categoria de outras bebidas alcoólicas.

No mês a refeição fora de teve variação de 0,57%. No geral a alimentação fora de casa ficou 0,88% mais cara em julho.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".