Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

ILHA DE PÁSCOA

Redução do nível leva Chile a emitir alarme

12 MAR 2011Por AGÊNCIA EFE00h:14

O Governo chileno elevou ontem de "alerta" para "alarme" o nível preventivo diante de um possível tsunami no litoral de todo o território continental, ao detectar que o nível do mar reduziu 54 centímetros na Ilha de Páscoa, encravada no Oceano Pacífico.

Na turística ilha, a 3.500 quilômetros do Chile continental, "se produziram alterações nos níveis da maré", informou à imprensa durante esta noite o ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter.

Antes disso, o Governo tinha elevado de "alerta" a "alarme" o nível de aviso pela possibilidade de uma onda gigante atingir o território do país, uma medida que foi estendida para todo o litoral do território continental chileno, com uma faixa litorânea de cerca de 4 mil quilômetros.

A imprensa local indicou que, diante da ordem de evacuação emitida pelas autoridades, a maioria dos habitantes da Ilha de Páscoa e dos turistas se dirigiu ao aeroporto ou ao povoado de Orongo, zona de maior altura.

O Governo também decretou a evacuação preventiva em regiões de todo o litoral continental no máximo até as 21h30.

Segundo os dados disponíveis 30 minutos antes deste limite, 43% das pessoas já haviam abandonado essas áreas, e o ministro Hinzpeter esperava que o processo estivesse completo quando finalizasse o prazo.

O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha (SHOA) estima que uma onda de até três metros pode chegar ao continente entre 23h30 e 0h.
O Governo do Chile ativou nesta sexta-feira todos os comitês de emergência e desdobrou as equipes de socorro diante do possível tsunami.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também