Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ATRASO

Rede Municipal de Ensino começa ano letivo sem kits e uniformes

Rede Municipal de Ensino começa ano letivo sem kits e uniformes
24/01/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Faltam 13 dias para o início das aulas na Rede Municipal de Ensino (Reme) e nem sequer os kits escolares estão assegurados pela Prefeitura de Campo Grande, conforme reportagem na edição desta sexta-feira (24) do jornal Correio do Estado. A licitação dos kits era para ter continuado ontem, mas devido ao extravio da caixa com as amostras que deveria ser apresentada pela empresa paranaense Brink Mobil Equipamentos Educacionais, só deve ser retomada na segunda-feira (27), a 10 dias do início das aulas.

Em 2013, os alunos da Reme ficaram sem material escolar nos primeiros meses do ano letivo. Sobre o uniforme escolar, não sequer previsão de compra das vestimentas.

Na última segunda-feira a Central de Compras (Cecom) fez a abertura dos envelopes das 38 empresas participantes do certame. Após a etapa de lances, a Brink Mobil apresentou o menor preço - R$ 2,29 milhões - e tinha até ontem para apresentar as amostras dos materiais que vão integrar os 89 mil kits que o município irá comprar para o próximo ano letivo. 

O representante da Blink Mobil, Ciríaco Júnior, afirmou que chegou a entrar com a caixa contendo as amostras no avião, porém o volume não coube no bagageiro e teve que ser despachado. A suspeita é que a caixa tenha se perdido na conexão, em Campinas (SP). A reportagem é de Patrícia Belarmino.

Felpuda


As definições no que se relaciona aos nomes para a disputa eleitoral vêm ocorrendo aqui e acolá. Pré-candidato que sonha comandar cidade o interior poderá deixar de ver o seu sonho realizado. É que o dito-cujo terá de enfrentar as lembranças de rumoroso caso que se tornou escândalo depois da denúncia de uma servidora. Há quem garanta que é só a campanha começar para a história ser contada capítulo por capítulo. Afe!