Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 18 de dezembro de 2018

Rede de sanduíches Subway supera McDonald's em número de lojas

9 MAR 2011Por Folha Online11h:57

A rede de sanduíches Subway ultrapassa o McDonald's como a maior do mundo em número de lojas, de acordo com o "Wall Street Journal".

No final do ano passado, a Subway tinha 33.749 restaurantes, enquanto o McDonald's possuía 32.737.

A corrida pelo domínio global é uma disputa importante em uma indústria que é quase saturada nos EUA.

O desemprego elevado e a incerteza econômica golpearam o setor de restaurantes no país e as redes estão procurando crescer no exterior, particularmente na Ásia, afirma o jornal americano.

A Starbucks disse recentemente que planeja triplicar o número de lojas na China. E a Dunkin" Brands, dona da Dunkin" Donuts e da Baskin-Robbins, pretende abrir milhares de lojas na China nos próximos anos, assim como suas primeiras lojas no Vietnã nos próximos 18 meses.

A Subway acabou de inaugurar seu milésimo endereço na Ásia e espera que a China se transforme em um dos seus maiores mercados.
A lanchonete possui 199 lojas no país asiático e projeta ter mais de 500 em 2015.

A rede, que abriu seu primeiro restaurante internacional em 1984, projeta que o número de unidades no exterior supere o de lojas domésticas em 2020, disse ao "Wall Street Journal" Don Fertman, diretor de desenvolvimento da Subway.

A Subway possui hoje 24 mil restaurantes nos Estados Unidos, que geraram US$ 10,5 bilhões da receita total de US$ 15,2 bilhões do ano passado.

VENDAS

Ainda de acordo com a publicação americana, o McDonald's permanece líder global em relação a vendas.

A rede de hambúrgueres divulgou receita de US$ 24 bilhões em 2010.

Considerando o número de países, o McDonald's também segue na liderança, com presença em 117 mercados. A Subway está em 95.

A rede de hambúrgueres, que aumentou em menos de 1% o seu total de lojas no mundo no ano passado, tem investido pesadamente na remodelação das unidades.

A previsão era gastar US$ 1 bilhão na melhoria de cerca de 2.000 lojas, especialmente nos EUA e na Europa.

Já a Subway tem obtido rápido crescimento em parte por abrir estabelecimentos em lugares não tradicionais, como em uma loja de eletrodomésticos no Brasil, em um zoológico em Taiwan e em uma igreja em Buffalo, Nova York.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também