domingo, 22 de julho de 2018

CAPITAL

Recorrer dos valores cobrados pelo IPTU pode ser 'tiro pela culatra'

22 JAN 2011Por CARLOS HENRIQUE BRAGA00h:02

O contribunte que discordar do valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) pode recorrer, como recomendou o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), mas assume o risco de ter de desembolsar ainda mais pelo tributo, ou seja, o 'tiro pode sair pela culatra'. Se a nova avaliação da prefeitura for julgada improcedente serão cobrados "acréscimos legais". O aviso está no carnê de pagamento.

Leia mais no jornal Correio do Estado

Leia Também