Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

direitos de transmissão

Record pressiona o Fla a não assinar com a Globo

1 ABR 11 - 13h:26uol

A Record ainda tenta impedir que a Globo mantenha, nos bastidores, a hegemonia dos direitos de TV do Campeonato Brasileiro. A emissora aposta no Flamengo para tentar virar o jogo, e faz pressão sobre a diretoria para que os rubro-negros não assinem com a emissora carioca.

“A presidente tem de explicar aos conselheiros e sócios do clube como ela, tendo uma proposta de R$ 44 milhões por ano pela TV aberta, não quer nem discutir uma proposta de R$ 100 milhões por ano”, disse Thomaz Naves, diretor da TV Record no Rio de Janeiro, ao Lance!.

Como não consegue se reunir com Patrícia Amorim, presidente do clube, e Michel Levy, vice de finanças, a Record apelou ao Conselho Fiscal. A TV quer detalhar a proposta de R$ 100 milhões por 16 jogos da TV aberta para um número maior de pessoas, o que aumentaria a pressão sobre os responsáveis pela negociação.

O problema é que nenhum outro clube está fechado com a Record. Grêmio, Cruzeiro, Coritiba, Vitória, Goiás, Coritiba, Vasco, Sport, Santos, Bahia e Corinthians já assinaram com a Globo.

Já o Clube dos 13 diz ter 15 clubes sob contrato com a RedeTV!. Seis deles teriam concordado voluntariamente: São Paulo, Atlético-MG, Atlético-PR, Internacional, Portuguesa e Guarani. Flamengo, Botafogo, Vasco, Grêmio, Cruzeiro, Coritiba, Sport, e Vitória assinaram compulsoriamente, já que a entidade de Fábio Koff usou procurações assinadas pelos dirigentes anteriormente para selar o compromisso.

Para exibir o Flamengo 16 vezes, a Record precisaria ter pelo menos mais oito clubes sob contrato, já que a lei brasileira exige que as duas equipes autorizem a transmissão. A emissora diz que a responsabilidade de exibição é dela, e que o clube receberia os R$ 100 milhões anuais independentemente do desfecho.

“O Flamengo ficaria liberado para vender à Globo não só todas as outras mídias como também seus demais 22 jogos na TV aberta. E a responsabilidade de pôr esses jogos no ar é nossa”, disse Naves, ao Lance!.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Tarcísio, ministro da Infraestrutura, vira queridinho de Jair Bolsonaro

BRASIL

Em resposta a Bolsonaro, Maia diz que presidente é quem agride nas redes sociais

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre
BRASIL

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre

BRASIL

Brumadinho: sobe para 212 o número de mortos identificados em tragédia

Mais Lidas