Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

Reconstituição mostra que jornalista viu a criança na caminhonete antes de atirar

30 NOV 2009Por 12h:00
     

         

A reconstituição da briga de trânsito que envolveu o jornalista Agnaldo Ferreira, e acabou resultando na morte do garoto Rogério Mendonça de 2 anos, mostrou que o jornalista viu que na parte detrás da caminhonete alvejada pelos tiros havia uma criança, o que contraria o seu depoimento dado à polícia após a tragédia.

Na reprodução da cena do crime, que durou ao menos três horas da manhã do último domingo, os policiais puseram um boneco na caminhonete e o vestiram com roupa e boné parecidos aos usados pela criança no dia do crime, e mediram a distância que havia entre o veículo e o Fox conduzido pelo jornalista na hora dos tiros.

De acordo com o delegado que conduz a investigação, mesmo com o vidro escuro da caminhonete, protegida por uma película dava para Agnaldo Ferreira enxergar a criança. O jornalista não participou da reconstituição.

         

Leia Também