Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Receita vê falsificação e envia para MP documento sobre filha de Serra

1 SET 2010Por 18h:30
     

                O secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, afirmou nesta quarta-feira (1) que, diante do não reconhecimento por Veronica Serra da assinatura do documento entregue para obter suas declarações de renda e da afirmação do cartório de que não houve reconhecimento da firma no local, o caso foi encaminhado ao Ministério Público Federal.

Em comunicado lido nesta tarde, Cartaxo afirma que, diante destes fatos, "aconteceu a falsificação de documento público federal". De acordo com o tabelião do cartório, houve fraude. Segundo um escrevente, não há no cartório cartão de assinatura de Veronica Serra.

                "A mídia já noticia que a senhora Veronica Serra não confirma a assinatura e também o cartório não confirma o reconhecimento da firma da contirbuinte. Em face disso, hoje, às 14 horas, foi entregue ao Ministério Público Federal o documento original, porque diante desses fatos aconteceu a falsificação de documento público federal e cabe à Polícia Federal a apuração do fato realizando perícia grafotécnica e investigando todos os demais aspectos da matéria".

                "A mídia já noticia que a senhora Veronica Serra não confirma a assinatura e também o cartório não confirma o reconhecimento da firma da contirbuinte. Em face disso, hoje, às 14 horas, foi entregue ao Ministério Público Federal o documento original, porque diante desses fatos aconteceu a falsificação de documento público federal e cabe à Polícia Federal a apuração do fato realizando perícia grafotécnica e investigando todos os demais aspectos da matéria".

                A assessoria da campanha de José Serra informou que Veronica Serra não vai se manifestar sobre o episódio.

                Segundo Cartaxo, no dia 30 de setembro do ano passado houve o atendimento na agência de Santo André do pedido de acesso às declarações de Imposto de Renda de Verônica Serra dos anos de 2007 a 2009.

                De acordo com o secretário, na ocasião, foi apresentado por Antonio Carlos Atella Ferreira um requerimento padrão de pedido e havia a firma reconhecida de Veronica "sem sinal de fraude ou adulteração". Cartaxo afirmou que, como não havia sinais de fraude, era obrigação do servidor acatar a solicitação.

                Segundo Cartaxo, as declarações de imposto de renda de Veronica Serra foram entregues no mesmo dia para Ferreira.

                O secretário da Receita Federal não quis responder a perguntas sobre o caso. Cartaxo leu o comunicado em seguida e deixou o auditório do prédio da Receita, em Brasília.

Leia Também