segunda, 16 de julho de 2018

FISCO

Receita vai usar tecnologia para ampliar fiscalização

21 JAN 2011Por G106h:30

O novo secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, afirmou ontem, em seu primeiro contato com a imprensa após a nomeação, que pretende intensificar a fiscalização das pessoas físicas e das empresas. Segundo ele, a tecnologia será uma aliada do Fisco nesse processo.

"Você tem melhoras substanciais no sistema e a cada dia melhora mais o uso das tecnologias. A cada dia fortalece mais a possibilidade de ter uma fiscalização mais segura, incisiva, e poder intensificar o acompanhamento dos contribuintes. A tecnologia será utilizada mais intensamente", disse Barreto.

Ele lembrou que o Fisco já conta com instrumentos que possibilitarão o aumento do cruzamento de informações, o que permite agilizar o controle existente sobre os contribuintes. Barreto citou o Sistema Público de Escrituração Digital (SPE), além dos livros fiscais e das notas fiscais eletrônicas.

"A possibilidade de cruzamento de dados reduz as fraudes fiscais", declarou ele, que defendeu o "fortalecimento" das malhas fiscais e do uso da inteligência por parte da Receita Federal. Entre os objetivos da Receita Federal em sua gestão, ele citou o aumento da "percepção de risco" e uma maior "presença fiscal" do órgão.

Leia Também