Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ECONOMIA

Receita do IPTU tem o menor crescimento dos últimos oito anos

31 DEZ 13 - 00h:00DA REDAÇÃO

Mesmo com a receita proporcionada pelo “Programa Fique em Dia”, o crescimento da arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Campo Grande em 2013 será o menor de toda série histórica do Portal da Transparência do município, iniciada em 2006, conforme matéria de hoje (31) no jornal Correio do Estado. Ontem, o prefeito Alcides Bernal informou que o tributo rendeu R$ 240 milhões aos cofres municipais neste ano. O montante é 4,9% maior que os R$ 228,64 milhões arrecadados em 2012. Essa variação é três vezes inferior a do ano passado sobre 2011. A trajetória da arrecadação do IPTU neste ano foi tímida. De janeiro a novembro, somou R$ 215,24 milhões, apenas 0,6% acima do acumulado no mesmo intervalo de 2012 (R$ 213,88 milhões). Cinco meses (janeiro, fevereiro, março, agosto e novembro) apresentaram valores menores que o de iguais períodos do ano anterior. No mês passado, o montante arrecadado (R$ 9,76 milhões) foi 3,4% inferior ao de novembro de 2012 (R$ 10,11 milhões).

Na manhã de ontem, durante entrega de prêmios a contribuintes adimplentes com o IPTU, o prefeito afirmou que a receita do imposto totalizará R$ 240 milhões neste ano. Para chegar a esse montante, a arrecadação de dezembro precisa alcançar R$ 24,75 milhões. Esse valor corresponde ao proporcionado pelo “Programa Fique em Dia”, segundo informação de Bernal.  O prefeito disse, ainda, na ocasião, que a alta sobre 2012 seria de 8%. No entanto, conforme números do Portal da Transparência (www.capital.ms.gov.br/transparencia), o aumento, no período, é bem menor – de 4,9%.

Segundo a reportagem assinada por Osvaldo Júnior, esse crescimento é inferior a de todos os anos, cujos balanços são apresentados pelo portal. De 2006 (R$ 63,99 milhões) para 2007 (R$ 70,99 milhões), a alta foi de 10%; em 2008 (R$ 92,11 milhões), o aumento foi de 29%; no período seguinte (R$ 133,33 milhões), de 44%; em 2010 (R$ 164,28 milhões), de 23%; em 2011 (R$ 195,29 milhões), de 18%; e, por fim, em 2012 (R$ 228,64 milhões), de 17%. Mesmo alcançando R$ 240 milhões (contando com uma arrecadação expressiva em dezembro), a receita do IPTU é inferior ao valor previsto no orçamento para este ano, de R$ 255,38 milhões. A variação é de -5,8%.
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Buscas em endereços de Bivar foram pedidas há 48 dias pela PF e MPE

BRASIL

Centrão quer lei contra deputado infiel

BRASIL

Caixa inicia nesta sexta pagamento do FGTS para não correntistas

BRASIL

Bombeiros confirmam duas mortes no desabamento de prédio em Fortaleza

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião