Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

projeto

Rebelo diz que não modificará texto do Código Florestal

24 MAI 2011Por g115h:58

Após reunião no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (24), o relator do projeto que altera o Código Florestal, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), afirmou que não fará mudanças no texto, previsto para ser votado nesta tarde na Câmara.

“Só pode mudar aquilo que estiver protegido por alguma emenda apresentada. Eu não posso produzir um texto a essa altura porque já entreguei meu relatório, já foi encerrada a discussão”, disse o parlamentar.

Segundo o deputado, alterações que atendam às reivindicações do governo só poderão ser realizadas quando o projeto estiver em tramitação no Senado. “As emendas já foram todas apresentadas e, se não há texto que dê provisão à proposta do governo, esse tema só pode ser incluído no Senado”, disse.

Rebelo se reuniu com os ministros da Casa Civil, Antonio Palocci, e de Relações Institucionais, Luiz Sérgio. A presidente Dilma Rousseff, de acordo com a assessoria, permaneceu no Palácio da Alvorada e retornaria por volta das 15h30 para o Planalto.

Críticas a ex-ministros
Antes de iniciar a reunião, Rebelo atacou os ex-ministros do Meio Ambiente que protestam contra o projeto de lei que modifica o Código Florestal. Marina Silva, Carlos Minc, Sarney Filho e outros cinco ex-ministros se reuniram com Dilma mais cedo nesta terça.

"O Carlos Minc se destacou como ministro do Meio Ambiente no Rio de Janeiro com todos aqueles desabamentos de morro que ele não conseguiu olhar e nem prever. A ministra Marina tem de explicar porque os seringueiros do Acre peferiram votar na presidente Dilma e no [José] Serra deixando ela em terceiro lugar na campanha. E o ex-ministro Zequinha Sarney nos apresenta esse exemplo de desenvolvimento sustentável que é o estado do Maranhão", afirmou Rebelo.

Marina Silva foi ministra do Meio Ambiente no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Minc era secretário de Meio Ambiente no Rio de 2006 a 12 de maio de 2008, quando foi nomeado ministro do Meio-Ambiente no lugar de Marina. Sarney Filho ocupou a pasta no governo de Fernando Henrique Cardoso.

Rebelo também ironizou a declaração de Minc de que Dilma vetará o Código Florestal se as reivindicações do governo não forem atendidas.

"Eu não sabia que Dilma havia terceirizado para Minc a prerrogativa de vetar. Eu não recebi nenhum recado nesse sentido. A presidenta arranjou muitos porta-vozes voluntários que eu não sei se foram credenciados por ela: o ministro Carlos Minc, a ministra Marina", disse o deputado.

Leia Também