Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Rebaixado, Grêmio Prudente pode ser vendido

Rebaixado, Grêmio Prudente pode ser vendido
15/04/2011 06:21 - r7


O rebaixamento no Campeonato Paulista, confirmado após a derrota para o Palmeiras no último sábado (9), poderá implicar em grandes consequências para o Grêmio Prudente. Com a queda de entrada de recursos financeiros, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Walter Sanches, cogitou a venda do time.

Em entrevista ao Oeste Notícias, Walter Sanches descartou a possibilidade de transferir o Grêmio de Presidente Prudente para outra cidade. 

- Não planejávamos o rebaixamento no Paulista. A situação ficou mais difícil do que já era. Não temos parceiros financeiros, então, existe sim a possibilidade de negociarmos o Grêmio, mas sem precisar deixar a cidade de Presidente Prudente. 

Desde que mudou de sede - de Barueri para Presidente Prudente - a equipe não teve muita sorte. Em 2010, o time iniciou bem a temporada e caiu nas semifinais do Paulista para o Santo André. No Campeonato Brasileiro, porém, a má fase dominou e a equipe foi rebaixada para a Série B. Desde então, a diretoria vem tendo dificuldades financeiras.

Segundo Sanches, a cota da televisão foi fator essencial para os problemas financeiros do clube. 

- Quando disputávamos a Série A do Brasileiro recebíamos só de cota de televisão algo em torno de R$ 8 milhões. Agora, na segunda divisão, receberemos cerca de R$ 800 mil, para todo o campeonato. É uma diferença muito grande. 

A condição financeira pode ser melhorada caso o Grêmio Prudente avance na Copa do Brasil. Depois de surpreender e eliminar o Atlético-MG, os paulistas encaram o Ceará para tentar chegar às quartas de final.

Mesmo com essa perspectiva, Walter Sanches revelou que o clube já se prepara para diminuir a folha de pagamento. 

- Já começamos um novo planejamento. Infelizmente teremos que cortar o quadro de funcionários, a comissão técnica, entre outras coisas, pela metade.

Felpuda


É grande a expectativa em torno de qual foi a justificativa de conhecida figura que beneficiou sujeito, e este, aproveitando a, digamos, boa vontade demonstrada, simplesmente “sumiu do mapa”. Órgão nacional pediu explicações para o “benfeitor”, e o prazo já venceu. Como as decisões por lá não ficam escondidas do distinto público, logo, logo, a curiosidade deverá ser contemplada. É esperar para conferir!