Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

PRÓXIMO DA SEMIFINAL

Real Madrid goleia o Tottenham por 4 a 0

6 ABR 2011Por ESTADÃO00h:00

Depois de perder para o Sporting Gijón no sábado e praticamente dar adeus às chances de título no Campeonato Espanhol, o Real Madrid se reabilitou rápido e com estilo. Ontem, contou com noite inspirada de quase todo o time e venceu com tranquilidade o Tottenham  por 4 a 0, pelo jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões.

O resultado deixa o time de Madri muito perto de avançar às semifinais da competição europeia, onde pode fazer um clássico histórico contra o Barcelona, que abre o confronto contra o Shakthar Donetsk nesta quarta-feira. Antes, enfrenta o maior rival duas vezes, pelo Espanhol e depois na decisão da Copa do Rei, em Valência.

A vitória do Real Madrid foi facilitada pelo começo arrasador dos donos da casa, que tiveram a volta de Cristiano Ronaldo e Marcelo, descartados por Mourinho em entrevista do técnico na sexta, mas surpreendentemente relacionados e escalados como titulares. Kaká também voltou, mas começou no banco.

Logo com 4 minutos de jogo, Özil bateu escanteio e Adebayor, substituto do lesionado Benzema, subiu sozinho no meio da zaga para cabecear sem a mínima chance para Gomes. A situação ficou ainda pior para o Tottenham por conta do nervosismo de Peter Crouch. Mesmo já tendo um cartão amarelo, aos 15 minutos ele deu uma entrada dura em Marcelo, digna de vermelho, levou a segunda advertência e a consequente expulsão.

Mesmo muito superior, o Real só conseguiu ampliar aos 12 minutos do segundo tempo. Marcelo, que anulava Bale quando o galês jogava pela direita, desceu pela esquerda e cruzou na cabeça de Adebayor, que cabeceou no contrapé de Gomes e fez o segundo.

O terceiro gol veio aos 26 minutos. Di Maria dominou na entrada da área pela direita, fintou o marcador e bateu forte, cruzado, no ângulo oposto de Gomes, que não alcançou. Golaço. O argentino, logo em seguida, saiu muito aplaudido, para a entrada de Kaká.

O brasileiro aproveitou o bom momento do Real Madrid para retornar em grande estilo à equipe. Aos 42, ele cruzou da esquerda da área e encontro Cristiano Ronaldo, que bateu de primeira, num sem pulo, e fez mais um golaço, fechando o placar.

Leia Também