terça, 17 de julho de 2018

CONGRESSO

Reajuste dos deputados deve entrar na pauta

18 NOV 2010Por G100h:01

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), disse ontem que a intenção dos líderes partidários é pautar o reajuste salarial de parlamentares, ministros e do presidente até o final do ano.

“Há uma prerrogativa constitucional de que uma legislatura aprova o salário da outra e há a intenção dos líderes partidários de pautar esse tema até o final do ano. Portanto, resolver essa questão do salário dos parlamentares, dos ministros e do presidente ainda este ano”, afirmou.

Marco Maia disse que pretende criar um grupo para debater o reajuste e estudar a viabilidade da proposta. “Há uma preocupação nossa de que qualquer proposta de reajuste seja alicerçada também no equilíbrio das contas da Câmara.”

O deputado participou nesta quarta de uma reunião na residência oficial da presidência da Câmara com o vice-presidente eleito, Michel Temer (PMDB-SP), e integrantes da Mesa Diretora. Segundo Marco Maia, a reunião foi apenas uma "conversa informal". “Foi um reencontro da Mesa Diretora após as eleições”, disse.

Blocão
Sobre a formação de um bloco na Câmara, o vice-presidente da Casa disse que o PT não tem intenção de integrar o grupo. “Não passa pela cabeça do PT nesse momento compor nenhum bloco que tenha o intuito de influenciar nos debates ou nas discussões da Câmara ou na composição do governo”, declarou.

O deputado classificou ainda o bloco como um “movimento brusco” e que “pode representar uma ruptura das relações entre os partidos que compõem a base aliada da presidenta eleita, Dilma Rousseff".

“Este é um momento de movimentos leves, suaves, de muita compreensão de muito diálogo, de debate interno, para que se possa compor aquilo que for melhor na Câmara dos Deputados para o país”, disse.
 

Leia Também