Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 20 de outubro de 2018

Reajuste beneficia 70 mil aposentados do Estado

17 JUN 2010Por 06h:30
Carlos Henrique Braga

Mais de 70 mil aposentados de Mato Grosso do Sul serão beneficiados com reajuste de 7,72% concedido pelo governo federal, segundo o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Estado. Eles representam os 30% dos 240 mil beneficiários que recebem mais de um salário mínimo (R$ 510).
O presidente da Associação dos Aposentados de MS, Waldir de Miranda Osório, alerta para a confusão que fez aumentar  a procura pelo sindicato: “O aumento será de 1,58 ponto percentual, para complementar o reajuste de 6,14% que já foi dado desde janeiro”.

O ministro de Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, disse ontem que os benefícios pagos em julho virão com aumento; já a diferença do reajuste entre janeiro e junho, o retroativo, será paga na folha de  agosto. O aumento representa gasto adicional de R$ 1,6 bilhão para os cofres do governo federal. Mesmo assim, o presidente Lula consentiu, na última terça-feira, com o acréscimo autorizado por senadores e deputados no início do ano.
“Não é grande dinheiro, mas é um bom dinheirinho, e está acima da inflação”, afirma Waldir, que reconhece intenções políticas na medida: “foi uma ‘bala’ na candidatura da menina (Dilma Rousseff, do PT) e o aposentado vai votar na candidata do Lula”.

O presidente da associção também acredita ter havido pressão dos bancos na decisão do presidente. “Os bancos pressionaram para o aumento, porque poderão emprestrar mais para aposentados, que já têm problemas com crédito consignado”, opina Waldir.

Com a renda mais alta, mesmo com a pequena diferença, os aposentados poderão aumentar o poder de compra e seu peso, já grande, no comércio local. Em abril, de acordo com dados da Previdência Social, foram pagos R$ 2,2 milhões para beneficiários que recebem acima de um salário mínimo em Mato Grosso do Sul. Naquele mês, apenas uma pessoa sacou mais de dez salários mínimos. 
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também