Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

justiça

Rayssa e Marcelo Brosh prestam 1º depoimento depois do acidente

27 JAN 2011Por vivianne nunes e michelli rossi14h:23

A jovem estudante de Direito, Rayssa Favaro, prestou na tarde desta quinta-feira seu primeiro depoimento sobre o acidente do qual foi vítima no dia 22 de abril de 2009. Em companhia de toda a família, ela disse, antes de entrar à sala de depoimento que estava esperançosa e que deseja que a Justiça seja feita. Além dela, o acusado Marcelo Brosh e outras 23 testemunhas também foram ouvidos. Rayssa dirigia um veículo Fiat Uno quando foi atingida pelo Honda Civil de Marcelo que não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Todos foram ouvidos na segunda vara do Fórum de Campo Grande.

O acidente resultou em graves sequelas à filha do superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Valter Favaro, que ficou 68 dias em coma e hoje tem dificuldades de fala e movimentação. O jovem Marcelo tinha apenas 17 anos na data do acidente, ocorrido no cruzamento da Rua Bahia com a Avenida Mato Grosso.

Matéria atualizada às 18h

Leia Também