Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Tragédia no Japão

Radiação em alimentos e água é encontrada perto de Tóquio

19 MAR 2011Por Folha.com20h:04

Autoridades japonesas informaram neste sábado que foram detectados níveis de radiação em espinafre e leite de fazendas próximas ao complexo nuclear de Fukushima Daiichi, severamente atingido pelo terremoto seguido de tsunami que atingiu a região no último dia 11. Além disso, minúsculas quantidades de iodo radioativo foram encontradas em água encanada de Tóquio e outros locais, apesar de especialistas dizerem que nada disso representa qualquer risco à saúde.

O Ministério da Saúde também disse que iodo radioativo pouco acima dos níveis de segurança do governo foi encontrado em água potável na quinta-feira em uma amostra da província de Fukushima, onde está localizada a usina nuclear, mas que outros testes, realizados depois, mostraram que o nível havia caído novamente.

O secretário de Gabinete do Japão, Yukio Edano, insistiu que os alimentos contaminados não representam "riscos à saúde imediatos".

O leite contaminado foi descoberto a 30 quilômetros da usina, afirmou uma autoridade local. O espinafre foi coletado de seis fazendas localizadas entre 100 quilômetros e 120 quilômetros ao sul dos reatores danificados.

A região é rica de fazendas de melões, arroz e pêssegos, então a contaminação pode afetar o suprimento de alimentos para grandes áreas do país.

Mais testes estão sendo feitos em outros alimentos, Edano, e se eles detectarem mais contaminação, o envio deles a partir da região será suspenso.

utoridades disseram que é muito cedo para saber se a crise nuclear causou a contaminação, mas Edano disse que amostras do ar retiradas da área mostraram níveis de radiação mais elevados que o normal.

Níveis de iodo no espinafre excederam limites de segurança em três a sete vezes, afirmou uma autoridade. Testes no leite feitos na quarta-feira detectaram pequenas quantidades de iodo-131 e césio-137, este último um elemento que pode causar muitos tipos de câncer. Mas apenas iodo foi detectado na quinta-feira e na sexta-feira, segundo um funcionário do Ministério da Saúde.

Após os anúncios, autoridades imediatamente tentaram acalmar um já em pânico público, dizendo que as quantidades detectadas foram tão pequenas que as pessoas precisariam ingerir quantidades inimagináveis dos alimentos para pôr sua saúde em risco.

O Ministério da Saúde afirmou ainda que níveis de iodo acima do limite seguro foram descobertos na quinta-feira na água potável da província de Fukushima. Na sexta-feira, os níveis eram a metade do dia anterior; neste sábado, haviam caído ainda mais.

Traços de iodo foram encontrados na água de Tóquio na sexta, o primeiro dia desde que o governo ordenou amostragem diária em todo o país devido a crise nuclear, segundo informou o Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia.

Um comunicado dizia que as quantidades encontradas não excedem os limites de segurança do governo. Mas testes de água, que por décadas foram realizados apenas uma vez por ano, geralmente não apresentavam traços de iodo.

Leia Também