segunda, 23 de julho de 2018

Rabino Sobel admite que tentou furtar gravata em 1985

9 MAR 2008Por 08h:36
     

        Em uma autobiografia que lançará dia 25 deste mês, o rabino Henry Sobel confessa que tentou furtar uma gravata em 1985, mas que o caso não se tornou público, segundo o jornal Folha de S.Paulo. O rabino escreve em sua autobiografia que, em 1985, foi "barrado por um segurança na porta", mas pagou pela gravata "e não houve conseqüências - nem fotografias".

        Em março do ano passado, Sobel também foi acusado de tentar furtar quatro gravatas em uma loja nos Estados Unidos. Segundo ele, o caso citado em 1985 ocorreu no mesmo centro comercial em que tentou o furto em 2007. O livro, que tem prefácio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, também cita passagens de Sobel durante a ditadura, sua relação com celebridades e com a família.

Leia Também