Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

Quilombolas se dividem em relação às normas de demarcação

2 OUT 2008Por 07h:45
     As novas normas para a demarcação de terras de quilombolas, estabelecidas pela Instrução Normativa n.º 49, divulgada ontem no Diário Oficial da União, provocaram manifestações de apoio e de repulsa. "O governo cedeu às pressões dos ruralistas e retrocedeu vergonhosamente", acusou a quilombola Jô Brandão, da Coordenação Nacional dos Quilombos.

        

        Do outro lado, o ministro interino da Secretaria da Igualdade Racial, Elói Ferreira de Araújo, saudou a instrução como um avanço: "As novas normas aparam arestas e eliminam dúvidas que emperravam o andamento dos processos de reconhecimento das terras." A idéia de substituir a antiga instrução, de n.º 20, surgiu na Casa Civil após uma série de disputas envolvendo instituições do governo em torno das terras reivindicadas pelos quilombolas.

         

Leia Também