domingo, 22 de julho de 2018

METAS

Quer ocupar cargo de diretoria? Então estude!

27 JAN 2011Por INFOMONEY02h:00

Quer chegar a um cargo de diretoria sem ter ao menos continuado os estudos após a graduação parece pouco provável. A constatação faz parte da Pesquisa Salarial e de Benefícios, realizada pela empresa de classificados de currículos e empregos Catho Online.

Pelo estudo, que ouviu mais de 167 mil pessoas, ficou comprovado que 76,5% dos diretores entrevistados têm ao menos especialização, seguidos por 65% dos gerentes, 44,2% de coordenadores ou supervisores e 36,7% dos profissionais com nível superior.

“A pesquisa mostra como a escolaridade é relevante para o desenvolvimento de uma carreira bem-sucedida. A importância que isso tem para a valorização do funcionário se reflete tanto nas diferenças de médias salariais quanto em seu posicionamento hierárquico dentro da empresa”, afirma o diretor da pesquisa, Marco Antonio Soraggi.

Por uma análise unitária da especialização, a maior parte dos entrevistados (36,1%) afirmou ter MBA. Em seguida, aparecem os diretores com pós-graduação ou especialização (25,8%) e os profissionais com formação superior (19,2%).

“Basta ver que os chamados ‘cargos de confiança’ são preferencialmente ocupados por profissionais com alto nível de escolaridade, o que não acontece da mesma forma em posições mais baixas”, completa o executivo.

Cargos intermediários
Com relação as posições medianas da escala hierárquica de uma empresa, a Catho observou que, dos profissionais de gerência, a maioria (30%) revelou ter feito pós-graduação ou curso de especialização. Nessa faixa, apenas 6,1% dos executivos possuem mestrado ou doutorado.

Na parte inferior da escala, analisando os colaboradores da coordenação e os profissionais de cargo básico, observa-se que a maioria desses profissionais possui apenas a formação superior, com 36,6% e 48,9%, respectivamente.

Salários
A prova de que os estudos impulsionam a carreira é visível quando se compara a diferença salarial entre os cargos.

Enquanto um diretor com MBA ganha, em média, R$ 18.693,28 mensais, o profissional - do mesmo cargo - que não fez ou ainda está por terminar a faculdade ganha R$ 13.432,70.

No caso de esse profissional completar o nível superior e, por exemplo, fizer uma pós-graduação ou especialização, ele passará a ganhar, em média, R$ 16.990,01.

No nível de gerência, um profissional com os estudos completos, o que envolve doutorado e mestrado, recebe, em média, R$ 9.230,58. O integrante deste mesmo cargo, mas que não fez ou ainda está por terminar a faculdade, ganha R$ 6.013,47.

Diferença semelhante de salários com base nos estudos pode ser observada em cargos menores na escala hierárquica, como coordenação/supervisão (84,55%) e profissionais comuns (119,86%).

Em comum, colaboradores com pós-graduação ou especialização, formação superior e os que não têm diploma universitário são, respectivamente, terceiro, quarto e quinto colocados nas médias salariais dentro de seus respectivos níveis hierárquicos.
 

Leia Também