Terça, 20 de Fevereiro de 2018

TRIGO

Quem plantou no MS teve bom lucro

13 OUT 2010Por 11h:00

O produtor rural de Mato Grosso do Sul que apostou na produção do trigo como alternativa de sucessão à soja, está tendo motivos para comemorar, este ano.

É que, apesar da estiagem do mês de junho, ele conseguiu colher em torno de 2,5 mil quilos de trigo por hectare. "Em experimentos conduzidos na Embrapa Agropecuária Oeste, em Dourados, conseguimos até 3,8 mil quilos

por hectare", diz o pesquisador Claudio Lazzarotto.

Segundo ele, outro motivo que demonstra a vantagem em investir no trigo é o preço que está sendo pago pelo produto: R$ 36 pelo saco de 60

quilos. "O moinho Belarina de Cuiabá está pagando esse valor. O trigo hoje apresenta a mesma produtividade do milho ou até maior, por ser uma cultura mais adaptada à semeadura realizada em abril e à colheita que deve ser feita em agosto", observa o pesquisador.

 

Mais vantagens

Outra vantagem do trigo frente ao milho, de acordo com Lazzarotto, é que a cultura não pressiona o produtor a antecipar a semeadura da soja, pois o plantio do mesmo só começa em abril. "Isso demonstra que o trigo ainda é a melhor cultura a ser explorada no período outono/inverno", finaliza.

Leia Também