Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

Queimadas: Fumaça diminui, mas ameaça continua na Argentina

20 ABR 2008Por 15h:00
     

        A massa de fumaça provocada pelas queimadas que cobrem há dias Buenos Aires e seus arredores diminuiu hoje por causa de uma mudança na direção do vento, mas, nas próximas horas, deve voltar a aumentar.

        "O vento mudou e começou a ir em direção leste, o que fez com que tenha diminuído em Buenos Aires e continuará afetando Entre Ríos e Santa Fe. Mas, agora à tarde, deve girar para o norte novamente, e com isso a massa de fumaça pode voltar" à capital argentina, disseram fontes do Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

        O SMN informou também que, "pelo menos até quarta-feira, prevalecerão os ventos do setor norte com intensidade inferior aos 20 km/h", e com isso a fumaça permanecerá pelo menos até meados da semana. Por este motivo, o serviço oficial manteve hoje o alerta por "redução de visibilidade", devido à "presença de fumaça" em Entre Ríos e Buenos Aires.

        A fumaça, que afeta mais de 15 milhões de pessoas, se deve à queima de pastos em cerca de 70.000 hectares do delta do Rio Paraná, onde foram registrados mais de 500 focos ativos.

Leia Também