segunda, 16 de julho de 2018

Boituva

Queda de balões deixa 3 mortos e 11 feridos

30 OUT 2010Por Sorocaba06h:10

Dois balões que levavam balonistas e passageiros foram apanhados por um temporal e caíram, ontem de manhã, em Boituva, a 115 quilômetros de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, três pessoas morreram e 11 ficaram feridas. Os equipamentos pertencem a equipes de balonismo que oferecem passeios para turistas e tinham decolado do Centro Nacional de Paraquedismo (CNP), localizado às margens da rodovia Castello Branco. O local abriga também um centro de balonismo.

Havia nove balões no ar quando caiu um temporal. Apanhados pelo vento forte, com chuva e raios, os balões foram arrastados para longe do local de pouso. Um deles caiu num canavial, nas imediações de uma usina de açúcar e álcool, enquanto o outro caiu inicialmente numa pastagem e, em seguida, levado pelo vento, caiu outra vez num condomínio de chácaras, no quintal de uma casa. Um dos balões acidentados tinha seis pessoas e o outro estava com oito ocupantes. Alguns passageiros foram arremessados para fora do cesto mesmo antes da queda.

Entre os feridos, uma família composta pelo pai, mãe e filho, foi levada para o Hospital Samaritano de Sorocaba. O menino, de seis anos, foi internado em estado grave. Duas vítimas também em estado grave foram levadas, respectivamente, para os hospitais Sanatorinhos, de Itu, e Regional, de Sorocaba. Os outros feridos foram atendidos no hospital de Boituva.

O Clube de Balonismo foi criado em 2000 em Boituva e este foi o primeiro acidente grave. Os passeios são agendados previamente, mas ficam condicionados às condições favoráveis do tempo. Os voos duram cerca de uma hora e percorrem até 30 quilômetros. De acordo com o Corpo de Bombeiros, havia previsão de chuva com rajadas de vento, ontem, na região.

Leia Também