Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

“Quebrados” enfrentarão ricos e candidatos fortes na campanha

19 JUL 10 - 20h:01
Os “quebrados” vão enfrentar forte concorrência para deputado federal. Para complicar ainda mais a situação deles, existem apenas oito vagas para Mato Grosso do Sul. Um dos fortes rivais dos “sem-nada” é o milionário deputado estadual Reinaldo Azambuja (PSDB), que entrou na disputa para ser o mais votado. O tucano declarou patrimônio de R$ 31,9 milhões e montou grande estrutura de campanha.
Outro favorito é o estreante Edson Giroto (PR). Ele é o candidato preferido do governador André Puccinelli (PMDB) para chegar à Câmara dos Deputados. Portanto, não deve faltar estrutura financeira para custear a sua campanha.
Do clã da família Trad, destaca-se o ex-presidente da OAB-MS, Fábio Trad (PMDB). Com a aposentadoria de Nelson Trad, que este ano não está concorrendo às eleições, Fábio foi escolhido para sucedê-lo. O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), e seu irmão, o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), serão ao lado do pai os grandes cabos eleitorais de Fábio. Eles podem não ter a estrutura financeira, mas tem respaldo político muito forte.
Dos atuais deputados federais, destaca-se o favoritismo do petista Vander Loubet, que sempre foi um campeão de votos. Ele espera repetir a expressiva votação, sabendo da forte concorrência de Azambuja.
Não está afastada também a reeleição do deputado federal Geraldo Resende (PMDB), da região da Grande Dourados. Da mesma região surge ainda o ex-deputado federal João Grandão (PT). Portanto, os “quebrados” terão de “requebrar” e dar os seus “pulos” para superar os favoritos na corrida por uma vaga na Câmara dos Deputados. (AT)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PIB cresce 0,8% no trimestre <br> encerrado em novembro, aponta FGV
TAXAS

PIB cresce 0,8% no trimestre
encerrado em novembro, aponta FGV

PERSPECTIVA

Crescimento da economia em 2020 deve ficar em 2,5%, diz Guedes em Davos

Pentavalente mal chega aos postos <br> e já tem unidade sem a vacina
IMUNIZAÇÃO

Pentavalente mal chega aos postos e já tem unidade sem a vacina

Diretor da Unei "pede para sair" e unidade já está sob nova gestão
DOM BOSCO

Diretor da Unei "pede para sair" e unidade já está sob nova gestão

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião