Segunda, 11 de Dezembro de 2017

Nova York

Quatro são detidos por droga achada com Seymour Hoffman

5 FEV 2014Por terra08h:17

A polícia de Nova York deteve e interrogou na noite de terça-feira (4) quatro pessoas que podem ter relação com a droga encontrada no apartamento do ator Philip Seymour Hoffman, achado morto no local no último domingo. Com eles – três homens e uma mulher, foram apreendidos 350 pacotes com heroína, de acordo com informações do jornal The New York Times.

Embora as autoridades tenham confirmado que a autópsia foi realizada na segunda-feira, ainda não foi divulgado um relatório oficial sobre a causa da inesperada morte do ator, que tinha admitido a dependência de heroína e em cujo apartamento foram encontradas 50 doses da droga.

Investigadores, munidos de mandados de busca e apreensão, foram na noite dessa terça-feira até um edifício em Manhattan em busca dos suspeitos. O local fica a aproximadamente 1,6 quilômetro do apartamento de Hoffman.

Segundo o site TMZ, uma pessoa envolvida no mercado de heroína na região teria entrado em contato com a polícia e informado os nomes e endereços dos suspeitos detidos pelos investigadores.

Junto do corpo do ator foram encontrados 50 papelotes de heroína marcados com o símbolo do "Ás de espadas", utilizado pelos produtores para indicar a origem da droga. Segundo fontes policiais citadas pelo New York Times, o símbolo não coincide com as doses de heroína encontradas nos apartamentos dos supostos traficantes nessa terça.

Pouco antes das prisões, a polícia descartou que a heroína que causou a morte do ator estivesse adulterada com a substância Fentanyl, um anestésico derivado do ópio. A combinação dessas duas substâncias é letal e provocou a morte de pelo menos 22 pessoas na região ocidental da Pensilvânia no final de janeiro.

Leia Também