quinta, 19 de julho de 2018

Quatro presos no furto da Petrobras eram vigilantes

28 FEV 2008Por 14h:00
     

 

A Polícia Federal descartou a hipótese de espionagem industrial no furto de quatro notebooks e dois discos rígidos (HDs) que continham informações sigilosas da Petrobras.

Segundo a PF no Rio, os quatro presos na manhã de hoje eram vigilantes contratados pela empresa Bric Log, que trabalhavam no terminal de contêineres Poliportos, onde a Petrobras armazena equipamentos. 

Ainda segundo a PF, a quadrilha vinha fazendo pequenos furtos desde setembro do ano passado e os roubos não tinham sido percebidos até então, porque os bandidos retiravam apenas peças isoladas dos computadores.

Com informações Agestado

Leia Também