Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

TRANSPORTE COLETIVO

Quatro empresas consorciadas tem sócio em comum

16 AGO 12 - 00h:01ANAHI ZURUTUZA

As quatro empresas juntaram-se no consórcio Guaicurus para entrar na concorrência pública que escolherá quem vai explorar o transporte coletivo em Campo Grande têm ligação com o empresário Paulo Constantino, irmão de Nenê Constantino e tio de Constantino de Oliveira Junior, os donos da Gol Linhas Aéreas. As viações São Francisco, Campo Grande, Cidade Morena e Jaguar entraram na disputa para manterem-se operando transporte urbano de passageiros na Capital.

A única que não tem ações do empresário Constatino é a Viação Serrana, que não integra o consórcio. Com a exclusão, a empresa deixará de prestar os serviços de transporte coletivo urbano na Capital com a assinatura do novo contrato.

Segundo presidente da Associação das Empresas do Transporte Coletivo Urbano de Campo Grande (Assetur), João Rezende, a Serrana foi convidada a participar do consórcio Guaicurus, mas não quis entrar na disputa. No “páreo” está a empresa de Curitiba (PR) Auto Viação Redentor Ltda, que tem 50 anos de experiência no transporte coletivo da capital paranaense.

O vencedor vai faturar R$ 172 milhões por ano, total de R$ 3,4 bilhões por 20 anos. O edital, porém, prevê a possibilidade de prorrogação do contrato por mais dez anos, o que renderá um extra de R$ 1,7 bilhão, totalizando faturamento de R$ 5,1 bilhões. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Município de MS tem estado de emergência decretado devido as fortes chuvas
QUEDA DE PONTE

Município de MS tem estado de emergência decretado devido as fortes chuvas

Tarifa de ônibus sobe hoje; linhas e horários passarão por revisão
TRANSPORTE COLETIVO

Tarifa de ônibus sobe hoje; linhas e horários passarão por revisão

Sucesso do “BBB” é uma exceção na história dos formatos
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Sucesso do “BBB” é uma exceção na história dos formatos

Sobe para cinco o número <br> de presos recapturados
FUGA EM MASSA

Sobe para cinco o número
de presos recapturados

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião