segunda, 23 de julho de 2018

Quaresma é tempo para combater o mal, diz papa

10 FEV 2008Por 11h:50
     Da Redação
        
        O Papa Bento XVI disse neste domingo, antes da tradicional bênção do Angelus, que entrar no período da Quaresma, significa "começar um período de especial empenho de combate espiritual ao mal presente no mundo".

        Segundo o Pontífice, no período de 40 dias antes da Páscoa, "é preciso mirar o mal de frente e estar disposto a lutar contra seus efeitos e contra suas causas" . Bento XVI acrescentou que a causa última deste mal "é Satanás".

        O Papa afirmou que não se deve jogar o problema sobre "os demais, sobre a sociedade, ou sobre Deus, sem reconhecer as próprias responsabilidades".

        Bento XVI anunciou que se retirará para orações até o próximo sábado, com tradicionalmente faz neste período, e dedicará seu pensamentos aos enfermos e a "todas as necessidades da Igreja no mundo". O Papa lembrou ainda que o início da Quaresma coincide este ano com o 150º aniversário das aparições da Virgem de Lourdes.

        Com agências internacionais
        

Leia Também