segunda, 23 de julho de 2018

Quadrilha rouba quadros avaliados em R$ 3,5 milhões

11 MAI 2009Por 09h:30
     

        Uma quadrilha roubou ontem as telas Cangaceiro, Retrato de Maria, ambos de Candido Portinari, e Figura em Azul, de Tarsila do Amaral, de uma residência localizada na região nobre de São Paulo. Especialistas avaliam as obras em R$ 3,5 milhões. Além delas, uma quarta obra de arte, Crucificação de Jesus, de Orlando Teruz, um discípulo de Portinari, também teria sido levada. O grupo aproveitou o Dia das Mães e simulou uma entrega na residência. A dona da casa, uma senhora de 80 anos - ex-mulher de Henri Maksoud, proprietário do hotel que leva o nome da família -, a nora dela e quatro funcionários foram mantidos reféns por uma hora. Os bandidos reviraram toda a casa e ainda tentaram levar uma escultura do artista Victor Brecheret. Eles quebraram a base, mas não conseguiram levar a peça. Os bandidos fugiram e até o final da noite de ontem ninguém havia sido preso. Os retratos falados de quatro criminosos que participaram da ação começaram a ser elaborados ontem.

        Com informações do Estadão
        

Leia Também