Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

CRIMINALIDADE

Quadrilha presa pela PM pode ser autora de assaltos na Capital

10 NOV 2010Por MICHELLE ROSSI 03h:35

Uma quadrilha desbaratada pela polícia na segunda-feira pode ter relação com dois assaltos recentes em Campo Grande, quando foram roubados veículos – tendo um, inclusive, sido incendiado – e as famílias foram feitas reféns. Estão presos Maurício Arantes Monteiro, 20 anos, que pertenceria às Forças Armadas; Weverton Silva Aywa, 32 anos, com passagem por homicídio doloso; Everton Teodoro de Freitas, 22, fichado por tráfico de drogas e porte ilegal de armas; e Reuber Roberto Gonçalves, 20 anos, mais uma menor de 17 anos.

 

As prisões, feitas pela Polícia Militar, aconteceram no Bairro Aero Rancho e Colibri. A PM chegou aos criminosos depois de rastrear compras com cartões de crédito de uma das famílias roubadas. Além de uma arma calibre 38, objetos eletrônicos também foram localizados com os bandidos. Os maiores foram encaminhados à Delegacia de Roubos e Furtos (Derf).

O assalto mais recente aconteceu no Bairro Jardim Leblon e durou aproximadamente nove horas: das 20h do último domingo até às 5h de segunda-feira. A abordagem à família aconteceu quando um casal de 44 e 45 anos chegava a casa de um familiar e foi surpreendido no carro, por dois indivíduos armados. Todos tiveram de entrar na casa e mais três pessoas foram feitas reféns, de 23, 50 e 71 anos de idade.

Um terceiro assaltante teria chegado depois de 40 minutos da abordagem inicial para ajudar a dupla de assaltantes que estava no local. Objetos eletrônicos e dois carros: um Fiat Pálio mais uma caminhote Toyota Hilux, foram levados pela quadrilha e só às 5 da manhã do dia seguinte, a família foi libertada.

O Fiat Pálio foi encontrado, por populares, incendiado no Bairro Joquey Clube na segunda-feira de manhã e a caminhonete Hilux foi levada para a Bolívia. Segundo informações, o veículo teria cruzado a fronteira por Corumbá, enquanto a família era feita refém.

O flagrante foi encaminhado à Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (Defurv) onde serão realizadas as investigações sobre as ações da quadrilha.

 Outro assalto
No sábado, um casal e o neto de 3 anos foram rendidos na região central de Campo Grande, no sábado à tarde. Depois de fazer um limpa no imóvel do casal, os bandidos colocaram os produtos na caminhonete S-10 da família e ainda os levou como reféns em direção à saída para Três Lagoas.

As vítimas foram deixadas em um matagal próximo ao Bairro Colibri, ficaram sob a mira de arma de fogo, foram agredidas e ameaçadas de morte. A criança de 3 anos também teria sido agredida pelos bandidos, segundo consta em Boletim de Ocorrência. Depois de horas no matagal, a família foi liberada e o carro foi encontrado na manhã de segunda-feira em área urbana de Campo Grande.

Leia Também