Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Putin volta a defender lei anti-gay a 19 dias de Olimpíada de Inverno

19 JAN 14 - 17h:00Folhapress

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, voltou a causar polêmica em relação aos gays a 19 dias do início dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi.

Em entrevista hoje, Putin disse que há um abismo na percepção da homossexualidade na Rússia em comparação com países do Ocidente.

O presidente voltou a defender a lei russa anti-gay igualando homossexuais a pedófilos. Segundo ele, o país precisa se purificar da homossexualidade se quiser aumentar sua taxa de natalidade. 

Uma lei aprovada no ano passado proíbe manifestações e a promoção da homossexualidade no país. A decisão foi condenada por ativistas de direitos humanos. Ela sugere que a informação sobre a homossexualidade pode influenciar a orientação sexual de uma criança.
Putin disse que conhece gays e que ficaria feliz em se encontrar com a delegação norte-americana para os Jogos, que inclui atletas abertamente homossexuais.

"Eu ficaria feliz em ver representantes de qualquer país, incluindo dos Estados Unidos. Se eles quiserem um encontro, falar sobre qualquer coisa, pelo amor de Deus, eu não tenho nenhum problema", declarou.

Sobre o megaevento que Sochi irá receber no início de fevereiro, Putin negou haver esquemas de corrupção envolvendo a Olimpíada de Inverno de Sochi.

Segundo críticos de países ocidentais e da própria Rússia, grandes quantias de dinheiro teriam sido desviadas durante as obras para o evento, mas poucas evidências de fato foram apresentadas.

Empresas subcontratadas para os Jogos dizem que a corrupção tem sido endêmica durante os preparativos para o evento que começa no dia 7 de fevereiro.

"Se alguém tiver alguma informação sobre isso, por favor nos apresente. Ficaremos contentes e agradecidos", disse Putin na entrevista coletiva. 

Para o presidente, há alguns anos burocratas russos tentaram comprar e vender terra onde se planejava construir sedes olímpicas.

"Houve investigações, essas pessoas foram julgadas e estão servindo as suas penas", explicou Putin.

A Rússia gastou mais de 50 bilhões de dólares (cerca de R$ 115 bilhões) nos preparativos para os Jogos de Inverno, tornando esta a olimpíada mais cara da história. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vale a Pena: foi muito bem pensada a escolha de Avenida Brasil na Globo
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Vale a Pena: foi muito bem pensada a escolha de Avenida Brasil na Globo

Conheça as novas tendências de cuidados para a pele
SKINCARE

Conheça as novas tendências de cuidados para a pele

SAÚDE

Alerta: Doenças graves sob risco de pandemias globais

Dia da Oportunidade atrai mais de 200 visitantes em Bataguassu
INFORME PUBLICITÁRIO

Dia da Oportunidade atrai mais de 200 visitantes em Bataguassu

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião