Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SEM AGITO

Pular Carnaval não é unanimidade; retiro espiritual é opção

1 MAR 14 - 00h:00DA REDAÇÃO


   José Costa Ayres Junior divulga o retiro “Alegrai-vos”, da Paróquia São João Bosco (Paulo Ribas)

Pular Carnaval não é unanimidade. Principalmente entre os campo-grandenses. Esta semana, o Correio B publicou dados curiosos de uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa de Mato Grosso do Sul (Ipems). A maioria dos entrevistados, cerca de 72%, afirmou não ter interesse pelo Carnaval. A reportagem está na edição de hoje (01) do jornal Correio do Estado.

O que fazem, então, os moradores da Capital nesta época do ano?

Outra pesquisa, dessa vez da Fecomércio-MS, aponta que 5% da população aproveita os dias de folga para rezar, orar ou participar de encontros espirituais.

A maioria dos devotos é adolescente, segundo os organizadores dos retiros. “Os jovens vivem a busca desenfreada pela felicidade”, explica José Costa Ayres Junior, organizador do retiro “Alegrai-vos”, da Igreja Católica. 

Para José, os adolescentes e jovens adultos enxergam no retiro a possibilidade de se encontrarem. “Muitos percebem que as festas e exageros do Carnaval não os preenchem e buscam outras opções”, diz. 

As amigas Carolina Yuka Yamamoto, 22 anos, e Issabele Mayumi, 21, estão acostumadas a ignorar as festas de Carnaval em troca de alguns momentos dedicados a Deus.

As universitárias ocupam os dias de suposta folia com muitas orações, reflexões e períodos de tranquilidade. “Eu vou ao retiro desde pequena”, comenta Carolina.

Elas são devotas da Igreja Evangélica Holiness do Brasil. Para participar do encontro espiritual, viajam até uma chácara no interior de São Paulo, acompanhadas da comunidade Holiness de Campo Grande.

Carolina e Issabele estavam ansiosas pela viagem. Embarcaram na madrugada de hoje. A reportagem é de Eduardo Fregatto.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ARTIGO

Nilson Reia Boiteux: "Guerra da Lagosta, o contencioso diplomático-militar Brasil x França"

Coronel reformado do Exército
OPINIÃO

Clementino Ferreira de Brites: "A pessoa idosa"

Presidente do Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas Idosas

Felpuda

AGORA É LEI

Agressor de mulher será obrigado a ressarcir custos do SUS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião