Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPORTUNIDADE

Pugilista ganha chance de treinar em São Paulo

Pugilista ganha chance de treinar em São Paulo
04/03/2014 00:00 - GABRIEL NERIS


Convocado pela primeira vez para treinar com a seleção brasileira de boxe olímpico, o campo-grandense Paulo Martins Júnior, 17 anos, não disfarça a ansiedade. O pugilista aguarda a passagem aérea da Confederação Brasileira de Boxe para deixar a pequena academia do pai, Paulo Brito, no Bairro São Francisco, e se deslocar para Santo Amaro, em São Paulo.

O adolescente foi credenciado para chegar à seleção com o título do Brasileiro Juvenil, disputado ano passado, em Campo Grande. A conquista do Campeonato Sul/Sudeste, disputado como convidado em Osório (RS), confirmou a vaga.

“É o sonho de qualquer lutador. Treinava para ser campeão, a convocação foi uma surpresa. Não esperava”, comemorou o pugilista, eleito melhor boxeador dos campeonatos Estadual, Brasileiro e Sul/Sudeste.

O pai e técnico Paulo Brito acompanhará o filho na capital paulista durante uma semana. Convocado em duas oportunidades ainda como pugilista nos anos de 1990, Brito conta que não teve como treinar pela seleção por falta de ajuda financeira. “Ele está realizando meu sonho, tem que ir para ficar. Segurar o espaço dele porque o País é grande”, diz Brito.

Júnior segue os passos do pai e da também campo-grandense Aline Santana, que treina em São Paulo pela seleção. “Eu falo para o Júnior manter a disciplina. São muitos garotos brigando para chegar. Se deu certo para ele até agora, então este é o caminho”, completa o pai.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!