Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Puccinelli reitera que não dará palanque a Dilma se o Pt lançar candidato

1 SET 2009Por 22h:30
     

        Lidiane Kober

         

Se o ex-governador José Orcírio dos Santos (PT) sair candidato ao Governo do Estado, o PMDB não dará palanque para a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), na disputa pela sucessão presidencial. A informação partiu ontem do governador André Puccinelli (PMDB) em resposta ao plano do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de montar dois palanques para a ministra em Mato Grosso do Sul.

        "Nós queremos fazer uma coligação e coligação só se faz com um palanque. Não tem como apoiar dois ao mesmo tempo. Se o Zeca (José Orcírio) sair candidato, é sinal que eles não quiseram fazer coligação conosco", declarou Puccinelli, após solenidade de entrega de medalha do mérito a civis e militares no Palácio Tiradentes, sede do comando geral da Polícia Militar (PM). A afirmação indica que Puccinelli poderá apoiar o candidato do PSDB na briga pela sucessão presidencial, mesmo que o PMDB apresente o candidato a vice na chapa de Dilma.

Leia Também