quinta, 19 de julho de 2018

PTB afasta possibuilidade de se unir ao PT e palneja candidatura própria

24 ABR 2008Por 19h:55
     

O presidente regional do PTB, Antônio João Hugo Rodrigues, afastou hoje  a possibilidade de coligação com o PT e sinalizou que seu partido deve se unir ao PRB no lançamento de candidatura própria à sucessão do prefeito e candidato à reeleição, Nelsinho Trad (PMDB). Juntos, PT, PRB e PTB formaram, no mês passado, uma frente de onde sairia o candidato de oposição.

Hoje, em entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital, Antônio João avaliou que, por questão de sobrevivência política, os petistas precisam ter candidato na Capital, "senão o PT não existe mais na próxima eleição".

Sem o PT integrando a frente, PTB e PRB estudam caminhar juntos na eleição. O petebista explicou que deve se reunir semana que vem com o presidente regional do PRB, José Divino, para discutir o assunto. O PTB indicaria Antônio João e pelo PRB a pré-candidata seria a ex-primeira-dama do Estado, Maria Aparecida Pedrossian. Se um ocupar a cabeça-de-chapa, ou outro assume a vaga de vice. O importante, ressaltou Antônio João, é que exista oposição. "Não me convenço de que Campo Grande não precisa ter oposição. Se não fizer nada, o partido será coadjuvante ou escravo para o resto da vida", afirmou.

Apesar da amizade pessoal com o prefeito, Antonio João explicou que isto não implica apoio ao prefeito. "Ele é meu amigo pessoal. Convivemos em momentos agradáveis, mas política tem que ser separado disto".

        Presidente regional do PT, o deputado estadual Amarildo Cruz disse ontem de manhã, na Assembléia Legislativa, que desconhecia a disposição do PTB de se unir ao PRB para lançar candidato. Afirmou que, depois de definir seu candidato, o PT vai em busca dos dois partidos, e que só vai concorrer sozinho se PTB e PRB fecharem as portas aos petistas.

Leia Também