Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PT reúne Delcídio e José Orcírio em território do PMDB

14 ABR 10 - 23h:39
Fernanda Brigatti, DA REDAÇÃO
Rose Rodrigues, de Três Lagoas

O comando do PT monta um plano para colocar o ex-governador José Orcírio dos Santos e o senador Delcídio do Amaral juntos na rua em busca de apoio político e eleitoral. Os dois vivem em atritos desde as eleições de 2006. A estratégia dos petistas é uni-los para fortalecer o projeto de eleição do futuro governador do Estado. Eles marcaram a primeira agenda conjunta para a próxima sexta-feira (16) e sábado (17), em Três Lagoas, no encontro regional do PT.

Inicialmente, o encontro seria realizado em Coxim, mas tanto Orcírio quanto Delcídio tiveram agendas no município há poucos dias. A escolha de Três Lagoas para a reunião também é estratégica, por se tratar da terra natal da pré-candidata a vice-governadora na chapa de André Puccinelli (PMDB), a ex-prefeita Simone Tebet (PMDB).

O presidente regional do partido ressaltou que esse será o primeiro encontro público do ano, em Mato Grosso do Sul, para agregar a militância. “Também deverão estar presentes deputados estaduais e federais do partido e representantes de partidos aliados, quando vamos debater tática eleitoral, alianças partidárias, candidaturas regionais e programa de governo”, disse.

Para Orcírio, a agenda servirá para motivar a militância com a campanha que se aproxima. Amanhã, o ex-governador irá a São Paulo (SP), onde resolve, segundo ele, questões ligadas a seu escritório e, na volta, vai a Costa Rica, Chapadão, Cassilândia e na sexta-feira segue para Três Lagoas, onde aguardará o senador. “Acho que será uma boa agenda”, disse.

Delcídio acredita que o encontro em uma cidade tão importante como Três Lagoas vai reforçar o projeto de candidaturas do partido. Ele ressaltou também que o objetivo agora é alinhar a agenda com ex-governador, para que reuniões conjuntas fiquem mais constantes. “É um processo natural que vai se ajustando”, disse.

Durante dois dias, os petistas e simpatizantes da região vão debater os rumos para as eleições deste ano. A reunião será no plenário da Câmara de Vereadores. Além da presença da militância, a expectativa do partido é conseguir reunir, em torno de Orcírio e Delcídio, deputados e lideranças das diversas correntes internas.

Segundo o presidente regional do PT, Marcus Garcia, o encontro em Três Lagoas buscará definir a agenda do partido em busca de aliados. Também para o deputado Paulo Duarte, o encontro vem em tempo, pois juntos são mais fortes.
 
Alianças
Para o comando do PT, o encontro, com os dois principais nomes do partido juntos, reforça também a imagem de candidatura consolidada, o que fortalece a negociação de alianças. Hoje, além do PDT, PP, PMN, PSL, PSC, PC do B, PRB e PV negociam compor o arco de alianças do ex-governador.
Depois da declaração de apoio à reeleição de Puccinelli pelo PTB, Orcírio declarou que as conversas de eventuais alianças continuarão sendo realizadas, mas com mais discrição, pois só se define aliança nas convenções.

O senador Delcídio do Amaral afirmou também que “naquilo que eu puder colaborar e se o Zeca entender importante minha ação junto aos partidos, vou ajudar”. Segundo ele, a reunião em Três Lagoas vai discutir também as alianças partidárias. “O momento é bom para a gente participar dessas discussões”, avaliou.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Judeus reclamam do uso de símbolos por Bolsonaro

BRASIL

Moro autoriza envio da Força Nacional para combater desmatamento

BRASIL

Evangélicos cobram transferência de embaixada em Israel

Caminhão derrama agrotóxico em rodovia e 'pinta' pista de vermelho
BRASIL

Caminhão derrama agrotóxico em rodovia e 'pinta' pista de vermelho

Mais Lidas