Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

CASO SANASA

PT quer mais informações sobre denúncias

22 MAI 2011Por PORTAL RAC, DE CAMPINAS16h:36

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo marcou para a próxima terça-feira (24) uma reunião com o procurador-geral de Justiça do Estado, Fernando Grella.

O objetivo do encontro é conhecer os detalhes dos procedimentos que culminaram na decretação de 20 mandados de prisão temporária contra empresários, servidores e integrantes do primeiro escalão da Prefeitura de Campinas na sexta-feira (20), entre eles o petista Demétrio Vilagra, vice-prefeito.

Ele está em férias na Espanha e já se comprometeu a antecipar sua volta. Mas, tecnicamente, para a Justiça, ele ainda é considerado foragido. 

'O PT apóia toda a investigação realizada pelo Ministério Público, mas defende que o procedimento seja feito dentro do que estabelece a legislação. No inquérito que tivemos acesso, não há nada que possa embasar a decretação da prisão contra Demétrio. Ele nunca foi chamado para depor. Nós temos o direito de saber o que originou esse pedido de prisão' , afirmou Edinho Silva, presidente estadual do Partido dos Trabalhadores. 'É preciso que os envolvidos tenham acesso a todos os detalhes do processo. Não podemos aceitar que uma situação dessas seja utilizada de forma oportunista' , reforçou ele. Silva aproveitou para reiterar o apoio ao governo do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT).

Leia Também