Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SUCESSÃO ESTADUAL

PT não vai esperar por André para fechar as alianças

4 MAR 14 - 00h:00DA REDAÇÃO

O PT não vai mais aguardar pela definição do governador André Puccinelli (PMDB), início de abril, de concorrer ao Senado, para retomar as negociações de aliança com o velho rival em Mato Grosso do Sul. A paciência do comando petista com a cúpula peemedebista se esgotou. O pré-candidato a governador, senador Delcídio do Amaral (PT), o maior interessado no acordo, já demonstrou impaciência e fixou até o fim deste mês o tempo limite para montar a chapa majoritária — vice e Senado — com ou sem o PMDB. A reportagem está na edição de hoje (04) do jornal Correio do Estado.

Delcídio espera acertar logo com os aliados a participação na composição da chapa majoritária e, também, na proporcional. Hoje, muitos partidos estão mais interessados na eleição de deputado federal e estadual. O senador considera isso importante na construção da aliança com vários partidos.

Mesmo considerando como “impactante” a possibilidade de o governador André Puccinelli (PMDB) decidir em abril disputar o Senado, Delcídio avisou que não protelará mais a construção de alianças rumo às eleições. “Março é o nosso deadline”, afirmou o postulante à sucessão estadual. A reportagem é de Tavane Ferraresi.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Pacote anticrime está na mira de advogados

SAÚDE

Bolsonaro será avaliado em Brasília pela equipe médica antes de viagem a NY

DOLEIRA

TRF-4 nega recursos da União para blindar R$ 43 mi de delatora da Lava Jato

BRASIL

Relatório da indicação de Aras à PGR deve ficar pronto até terça

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião